12 de jun de 2011


Ser terapeuta...

Aqui está uma imagem que achei muito legal! Estas meninas trabalham para o hospital aqui em Coimbatore, como terapeutas de ayurveda. Não sei exatamente por quanto tempo elas estudaram, acredito que muitas acabaram de sair da escola, mas é tão legal ver o quanto elas gostam e se interessam em aprender!

Elas não tem um conhecimento muito profundo sobre a clinica, diagnóstico e objetivos dos tratamentos, elas apenas aplicam nos pacientes que lá estão internados, os tratamentos preparatórios dos Pancha Karmas (cinco ações de desintoxicação).

Mas é muito interessante este contato com elas, porque mesmo não sendo uma troca no plano teórico, trocamos muitas experiências; elas tem muita pratica, muita habilidade e aplicam diversos tratamentos diferente diariamente; sempre com aquele jeito meigo, sorridente e brincalhão!

A minha busca, e a dos meus colegas tenho certeza, é ir muito mais além da aplicação da técnica; precisamos conhecer e entender muito bem o funcionamento do corpo e dos seus sistemas e todos os estágios das doenças, para aplicar o tratamento certo, na dose certa e na hora certa.

Pois mesmo sendo a base do ayurveda o uso de produtos e elementos da  natureza, a chave para a saúde e a cura está na quantidade, em acertar a dose que aquele paciente precisa e consegue metabolizar, pois do contrário, o tratamento pode ser muito danoso à saúde!

Além disso, existe aquele conhecimento que está além do fisiológico, que na minha opinião é um grande auxiliar na cura, o corpo astral, energético! Muitas vezes ao aplicar uma massagem a gente consegue sentir a energia do paciente, se a frequência é alta ou baixa, e do que ele está precisando. Com um pouquinho mais de técnica; e hoje existem várias linhas de estudo deste "corpo emocional", podemos neste momento conversar com o corpo, deixar fluir por um canal muito especial a energia que está presente no cosmos. E renovar, limpar os canais obstruídos pela dor ou pela doença. É um trabalho muito sutil, que exige muita presença!

Isso infelizmente não se aprende na escola! É, na minha visão, a devoção! Estar presente de corpo na alma quando estamos diante de alguém, que esta ali, de corpo aberto e solicitando pela nossa ajuda!

Estou muito feliz que estar aqui, e poder ver vários lados de uma mesma moeda! De ser terapeuta, cuidador, e humano, assim como estas meninas, que mesmo sem saber, absolutamente nada sobre isso que estou falando, ajudam muita gente! Pois é visível o quanto elas gostam do que fazem! É tudo união! Yoga! Ser completo, no que for possível!

Um comentário:

  1. Miga, querida, to adorando ler teu blog. Uma bálsamo no meio dessa vida cheia de desafios e dificuldades. Beijo grande, Rê Santa Maria

    ResponderExcluir